GRAFISMO

Eternizado pelas estampas multicoloridas de Emilio Pucci, o grafismo ganhou o mundo e reapareceu na temporada de outono/inverno do Fashion Rio. Nas passarelas cariocas, uma explosão de desenhos tribais, quase uma releitura de pinturas rupestres, invadiu coleções, como a da Coven, que buscou inspiração na civilização maia para seus bordados gráficos. A Alessa trouxe uma profusão de prints, na onda da tendência, de tons terrosos. Já a Filhas de Gaia investiu no mix das culturas japonesa e africana para criar as estampas bicolores dos longos de seu desfile. A Printing foi outra grife que embarcou no universo do  abstrato para compor suas peças. Na hora de usar, dê preferência a grafismos de cores mais neutras, como branco, bege, preto e marrom. E fiquem atentos aos desenhos grandes e horizontais, que possivelmente podem achatar a silhueta. Para arrematar o look, acessórios de madeira e om formas geométricas é a melhor pedida.

 

 

 

 

 

 

Anúncios